quinta-feira, 25 de junho de 2009

Putz


Acabei de chegar do cinema, fui assistir Anjos e Demônios.

Combinei de me encontrar com dois amigos as 20:30.

Encostei minha moto, pendurei meu capacete no retrovisor, cumprimentei meus amigos, trocamos palavras e entramos para ver o filme.

Depois de mais ou menos 1 hora e meia de sessão, saimos da sala, conversamos mais um pouco e quando eu olho pra minha moto, vi que havia esquecido meu capacete pendurado, além disso, A CHAVE ESTAVA NO CONTATO!!!

Minha motinha CG Today 1990 estava ali, na rua, com capacete e chave no contato praticamente pedindo pra que a roubassem...

É eu sei, tive a mesma reação, não sabia se ria por tamanha sorte por ela estar ali, ainda estacionada, ou se me desesperava por tamanha distração (ou burrice, sei lá).

Algo me diz que o final de semana promete...

quarta-feira, 24 de junho de 2009

Simples!


Um dia, acreditei que tudo era simples...
Acreditei que, para viver a vida, bastava me levantar ao amanhecer, esperar pelo entardecer e, quando a lua estivesse nao auge de seu brilho prateado, deveria me recolher e esperar pelo dia que estava por vir...
Acreditei que a amizade deveria ser intensa por toda a vida...
Acreditei que desilusão amorosa era uma bobagem que nunca me alcançaria...
Acreditei que a minha verdade deveria ser seguida por todos e que meus conceitos nunca mudariam...
Um dia me dei conta de que para viver a vida, basta me levantar ao amanhecer, esperar pelo entardecer e, quando a lua estiver no auge de seu brilho, eu devo contemplá-la...
Me dei conta de que as amizades são intensas o suficiente para se tornarem inesquecíveis!
Aprendi que amar vale a pena, mesmo que desilusões aconteçam, porque uma vida sem amor é vazia...
Entendi, que minha verdade deve ser seguida por aqueles que acreditam na mesma, e que devo me acrescentar com novas verdades...
Aprendi que a vida é sofisticada e que a sofisticação está nas coisas mais simples, como viver!